quarta-feira, julho 26, 2006

Teoria sem caos

Recebi faz um tempo o e-mail abaixo, que copio aqui tal qual, pois resumi-lo daria muito trabalho e nenhum grande ganho. É sobre o livro "Watchmen e a teoria do caos", de Ivan Carlo, vulgo Gian Danton (foi ele que escreveu o e-mail, também). A princípio, o livro parece ter saído da sua dissertação de mestrado "A Divulgação Científica nos Quadrinhos: análise do caso Watchmen", de 1997. Eis o e-mail sobre o livro:

"O que a teoria do caos e uma história em quadrinhos de super-heróis têm em comum? Muito, de acordo com o novo livro lançado pela Marca de Fantasia, 'Watchmen e a teoria do caos', de autoria de Gian Danton.

O livro analisa como o escritor inglês Alan Moore usou os conceitos da teoria do caos e da geometria fractal para elaborar a minissérie Watchmen. Moore estrutura sua obra no chamado efeito borboleta, segundo o qual uma borboleta batendo suas asas na muralha da China pode provocar uma tempestade em Nova York. Da mesma forma, o surgimento de super-heróis provocaria grande mudança no mundo, com efeitos que vão da reeleição de Nixon ao recrudescimento da Guerra Fria.

Também a geometria fractal serve de inspiração para a história na criação de imagens auto-semelhantes.O livro também analisa como Moore usa a história para criticar a visão clássica de ciência e defende uma visão sistêmica, próxima das idéias de Edgar Morin.

Considerado por muitos o capítulo mais importante do livro, 'A Complexidade em escala' analisa, página a página, uma das partes de Watchmen e mostra como a discussão sobre a teoria do caos é trazida para as ciências humanas, assim como a necessidade da ciência abandonar sua visão positivista, que trata as pessoas não como sujeitos, mas como objetos.

Gian Danton é o pseudônimo do professor universitário Ivan Carlo Andrade de Oliveira, mestre em comunicação pela Universidade Metodista de São Paulo. Gian também é roteirista de quadrinhos, tendo publicado em diversas editoras nacionais e estrangeiras e ganhado diversos prêmios."

3 comentários:

Gottin disse...

Cara, é o Vinícius lá da Facos, falei contigo hoje (considerando quinta ainda).

Massa demais teu blog, só não consegui ler agora porque fui assaltado a pouco e tem muita explicação pra dar por telefone e msn.. já tá foda arranjar tempo pra dormir e me vem mais essa.

Mas taí o comentário e taí o meu naotenhotalento.blogspot.com

Leonardo disse...

Dae tche,
legal essa história do Watchmen. No tempo que eu comprava um monte de quadrinhos com minha mesada de R$ 10,00, resolvi apostar em Watchemn, sem nenhum blog ou internet pra me informar do que se tratava. Achei demais, mas só comprei o primeiro.

Hoje eu acho mais do que demais, mas tá muito caro pra comprar todos os volumes. É uma das melhores histórias em quadrinhos que já fizeram, inteligente e simples na medida certa.

Mártin disse...

E aeee Augusto...

Cara, "showw de bola"...muito massa seu trabalho...Acho muito massa esse História de Cartuns...ainda mais a tiração com a torcida gremista... hehe...

Temos que combinarmos umas Gela por ai uma hora dessas pra batermos um papo...
Abraço!!!