segunda-feira, maio 28, 2007

Mais Jorge Ivan

Você lembra que, há alguns dias, escrevi aqui sobre o Jorge Ivan, pai da Denise Helena? Não? Então, cutuque aqui!

...

Le(mbro)u?

Bueno, então seguimos!

A Denise ficou de enviar mais trabalhos do pai dela. Eis, então, o que recebi, num sonoro e-mail, cuja trilha foi "Nervos de aço", do Lupicínio Rodrigues:

"Desculpe a demora em te mandar mais trabalhos de meu pai, na verdade isso é muito difícil para mim. Quando vou escanear sempre acho que não faz juz ao traço perfeito dele, enfim... ele era muito chato com isso, sempre fazendo com que eu melhorasse mais e mais nisso, bem... vou te mandando aos poucos então, ok???
Olha, um monte de gente tentou deixar um comentário lá no seu blog e não conseguiu.
[Ué? Deve ser por isso que tem tão poucos comentários neste humilde blog... eheheh]
Vou te mandar mais quatro trabalhos dele, tudo bem???
Mais uma vez obrigada por nos dar a chance de assim trazer novamente um pouco dele aqui.
Um forte abraço."

sexta-feira, maio 25, 2007

Persepolis

Nada melhor que ter pauteiros espalhados por essa internet adentro. Ainda mais trazendo pautas sobre algo que me parece ser, no mínimo, parente do Jornalismo em Quadrinhos. Pois hoje um amigo me mandou esta notícia:

Diretora de desenho iraniano diz que política não é o principal
Por Bob Tourtellotte
CANNES (Reuters) - A cineasta e escritora de histórias em quadrinhos iraniana Marjane Satrapi procurou na quarta-feira não dar importância excessiva aos protestos iranianos contra seu filme "Persepolis", pedindo que o público preste atenção a seus aspectos humanos, não aos políticos. [...]

Leia a notícia inteira. Depois clique aqui, para ir até o verbete "Marjane Satrapi" na wikipedia, e aqui para ir direto ao site dela (os dois links são em inglês).

Tem também uma reportagem do Universo HQ sobre o lançamento do livro "Persepolis", pela Companhia das Letras, no já longínquo 2004. O desenho animado surgiu daí. Leia!

Ainda tem o site oficial do filme.

E você pode assistir aqui a um teaser do desenho animado, que está concorrendo no Festival de Cannes!

quarta-feira, maio 23, 2007

Post motivacional

Depois da célebre palestra motivacional do Joseph Climber no Jô Soares (aquela do clássico "mas a vida... a vida é uma caixinha de surpresas!"), nada mais difícil que ser criativo e dar lição de vida (leia-se "fazer auto-ajuda") ao mesmo tempo.

Mas, bueno, os quadrinhos estão ao meu lado nessa empreitada:

Essa página escaneada volta e meia ilustra as conversas que eu e meu amigo Sérgio Alberto Righi Filho, vulgo Betinho, temos sobre inseguranças e tudo o mais. Perceba a genialidade da frase (e da situação metafórica, já que o Pato Donald está na beira de um precipício, sendo perseguido) do 2º quadrinho: "Tanto pior! Agora é tudo ou nada!"

(A revista é do Betinho. Ele que leu e teve a sensibilidade de perceber aí uma grande lição. Inclusive foi quem escaneou pra mim. Grato!)

No fim, trata-se de uma frase ansiolítica. Pois, diante de qualquer dificuldade que seja inevitável de ser enfrentada (e principalmente quando se pode não encarar essa dificuldade, mas isso implica perder uma ótima chance de crescimento), basta pensar: "tanto pior, agora é tudo ou nada". Dá inclusive pra acrescentar o gauchês "ou vai ou racha!".

Outras frases ótimas:

* "Quando olho para você vejo dois indivíduos. Aquele que você é e aquele que pode se tornar. E quando um encontrar o outro..." Essa é excelente, mas não tem nada a ver com HQ. O Betinho tirou do filme "Virando o jogo".

* Duas clássicas do Homem-Aranha: "Grandes poderes trazem grandes responsabilidaes" e "É nessa idade que um homem define o que será pelo resto da vida" (o Tio Ben tendo aquelas conversas com o Peter Parker adolescente).

E há pelo menos mais dois posts "motivacionais" antes deste no CABRUUUM. Bueno, vá para o primeiro, e depois para o segundo, se te apetecer.

terça-feira, maio 15, 2007

Nem só de pautas, informações e fontes vive um jornalista...

Eis o desenho feito pela minha priminha Clara, de Passo Fundo, pra mim!

[Obviamente, o desenho não é da Clarinha, que tem só 7 anos e não poderia desenhar igual ao Maurício de Souza. Mas foi ela que coloriu e pôs purpurina...]

segunda-feira, maio 14, 2007

quarta-feira, maio 09, 2007

João Mottini

Há não muito tempo, o Santiago pegou esta página escaneada e enviou para o grupo de discussão de cartunistas gaúchos que participo:

Ele queria compartilhar a sua admiração pelo João Mottini (em alguns lugares é com um "t" só, em outros é com dois).

Como toda pessoa recém com 21 anos, sinto não saber de quem se trata, não saber sua importância, embora o fato de o Santiago gostar do Mottini por si só diga tudo. Bueno, acredito que haja outras pessoas que nem eu por aí, que não sou o único novinho nessa história toda!

Em todo caso, achei um link na internet falando do João Mottini. O problema: é in English, embora ele seja brasileiro.

Mas, bueno, eis que outro cartunista, Rodrigo Rosa, cria um site completíssimo para o finado Mottini, como se cassetaeplanetamente me dissesse: "seus problemas acabaram"! E eu digo aos meus contemporâneos: os nossos problemas acabaram!

terça-feira, maio 08, 2007

Multimidialidade Máxima

A melhor coisa da internet é isso, ser multimídia. Mesmo que seja com a multimidialidade alheia. Eheheh.

Bueno, digo isso para mandar você para dois lugares:

HQ ALÉM DOS BALÕES
Programa da TV Tatuapé (bote o mouse aí em cima do amarelo). As edições do programa televisivo estão disponíveis online. É praticamente instantâneo, não tem aquela história de esperar, esperar, esperar até carregar o vídeo. E os temas são interessantíssimos: "a menor livraria do mundo", é o que estou assistindo neste exato momento!

SALADA CRUA
O release diz tudo: "Todas as quartas-feiras, das 21h as 22h 30m, na rádiocom, 104.5 fm, vai ao ar o programa Salada Crua, que discute a produção, a estética e o histórico das Histórias em Quadrinhos, bem como seus componentes plásticos e linguísticos e a fusão destes. Você também pode ouvir o programa acessando o site da rádio" (cutuque no link escondido no nome do programa, aí em cima).

segunda-feira, maio 07, 2007

Cartum do Ronaldo


[caso se desconheça o contexto, cutuque aqui!]

Artigos de luxo

Alguns artigos, reportagens, entrevistas, enfim, textos envolvendo quadrinhos! Coloco aqui o título e um trecho de cada texto, com o respectivo link:

Urgência, quadrinhos e educação
O governo gasta milhões com manuais, cartilhas e reedições de clássicos da literatura para suprir as bibliotecas das escolas públicas, quando deveria gastar com histórias em quadrinhos. [...]

A morte do cartum (entrevista com Jaguar)
O cartum está morrendo, o "Pasquim" não foi assim tão influente e o mundo anda ficando sem graça. Apesar de fazer diagnósticos tão alarmistas, o humorista Jaguar não se diz um nostálgico. "Nostalgia é coisa de velho gagá", diz. [...]

Minha passagem pelos quadrinhos dos Trapalhões
Com 13 anos, fiz um estágio rápido no Estúdio Mauricio de Sousa, onde conheci o grande e saudoso Jayme Cortez. Em 1979, o Estúdio Ely Barbosa produzia quadrinhos Hanna-Barbera para a Rio Gráfica Editora e publicou um anúncio em jornal: "Precisa-se de Desenhista de História em Quadrinhos com ou sem experiência". [...]

Artigo afirma que quadrinhos não são feitos para crianças
"São os adultos, e não as crianças, que ajudam o mercado de quadrinhos a sobreviver". Esse foi o título de uma matéria publicada no último dia 13 de março no site do jornal norte-americano The Detroit News. Segundo o texto, a média de idade dos leitores de HQs nos Estados Unidos, que já era alta (18 anos) em 1989, hoje é ainda maior: 30 anos. [...]

Gibi Bar é inaugurado em Porto Alegre
Há poucos dias, foi inaugurado em Porto Alegre/RS o primeiro bar temático de quadrinhos da cidade. [...]

Criatividade é o que interessa!
Leandro Dóro é como o gato do meu vizinho que se chama Iggy Pop: Simpático, gente boa e esperto. Sabe por que? Porque o cara é novo e já fez um “caminhão” de coisas. Chargista, cartunista, jornalista, já trabalhou em vários meios de comunicação. [...]

O pai do Guasca
Se você não acordou com aquela bruta ressaca tradicional, de sábado, já deve ter percebido que a Gazeta do Sul tem um novo “funcionário” (nesse caso, “peão” é o termo que melhor se adequaria). A tirinha de humor Tapejara, o Último Guasca, vai estar em sua companhia aos sábados. O cartunista Paulo Louzada, de Santa Maria, consegue lograr a façanha de ser engraçado o tempo inteiro. Para provar isso, reproduzimos aqui, sem subtrair uma vírgula, a conversinha que tivemos com ele. [...]

Programa Sem Censura
Entrevista sobre o Projeto Literatura em Quadrinhos, da Escala Educacional Francisco Vilachã, feito pela TV Educativa do Rio. O vídeo está dividido em três links:
http://www.linktv.com.br/arquivos/274/tv/ECTVTVE2704C1.wmv
http://www.linktv.com.br/arquivos/274/tv/ECTVTVE2704C2.wmv
http://www.linktv.com.br/arquivos/274/tv/ECTVTVE2704C3.wmv


Disciplina Ilustração nos cursos de comunicação
Foi finalizado o documento de recomendação para a criação da disciplina ILUSTRAÇÃO nos cursos de Comunicação Social. [...]

Bill Tytla, o mago da animação que desenhou ciganos...
Estava voltando de São Paulo com a Thaís, minha filha de 7 anos, quando paramos na estrada para fazer um lanche. Mas os nossos olhares foram atraídos por uma grande Banca de Revistas. Sempre gosto de espiar essas bancas grandes, lotadas de revistas em Quadrinhos, mas foi um DVD que acabou chamando minha atenção: Gasparzinho e Gato Félix, além de Little Audrey. [...]

Banda POSTHUMAN TANTRA, de Edgar Franco, lança CD na Suíça
Além das 11 faixas que compõem a parte musical, "Neocortex Plug-in" possui uma faixa multimídia especial, uma HQtrônica (história em quadrinhos eletrônica) que inclui animação e trilha sonora criadas por Edgar Franco - conhecido por seu trabalho como quadrinhista e pesquisador da linguagem dos quadrinhos, tendo lançado revistas em quadrinhos como "Agartha" e "BioCyberDrama". [...]

Chutar cachorro morto, pra quê?
No dia 3 de maio de 2007, fui visitar Santiago na sua residência em Porto Alegre. O cartunista foi muito simpático desde a primeira vez que conversamos por telefone, para agendar a entrevista. Perguntou se eu levaria gravador, ao que eu respondi que não, a príncipio. "Ah é? Pra eu dizer uma coisa e depois tu escrever o contrário?", brincou. [...]