sexta-feira, dezembro 14, 2007

Uma mesa, uma mulher, um homem, uma cadeira

Para mostrar que nos dias que passei em São Paulo (vide post anterior) não fiquei desligado dos quadrinhos, publico aqui, a pedidos (na verdade, foi um pedido só, mas não vem ao caso), uma mini-micro-pequena fotonovela, que não é totalmente uma história em quadrinhos mas também não deixa de ser.

Os "atores" (que assumiram esse papel sem querer, obviamente) são o Anderson e a Gleice. Vou improvisar uma legenda para dar um pouco de graça.

***

"Anderson é um jovial rapaz que tem tudo o que precisa para viver bem. Como se diz, na vida um homem só precisa de duas coisas, que são: comer."

"De repente, de Anderson tiram o firmamento, a base de tudo. Mas ele ainda tem a sua escora moral, o contrapeso feminino, embora o lado masculino seja, digamos assim, 'mais bem alimentado'."

"Então Anderson fica só. Nada para lhe consolar, nem mesmo um chope."

"Vai-se o homem. O que resta?"


Essa é pra quem acha que cadeira de bar não tem história para contar.

3 comentários:

Médici disse...

que triste!

Júlia Tavares disse...

adorei!!! (e mais ainda pensar em outras legendas para a foto-novela..).. saudades, gutim!!! a gente não se despediu direito, então fica aqui meu beijo grande e um desejo de super feliz natal e ano novo!! julita.

Léo disse...

Nossa! O que posso dizer: SENSACIONAL!!!