sexta-feira, novembro 24, 2006

"Arghhhhh" News

Este era pra ser um post-retrospectiva, já que o CABRUUUM completou um ano de existência na terça-feira, dia 21. Mas como a surpresa ainda vai acontecer, publico agora notícias que estavam atrasadas.

(Ps.: você não vai ler aqui aquela famosíssima e ordinária frase da publicidade de baixo nível: "Nós estamos de aniversário, mas quem ganha o presente é você". Ora, eu é que quero uma lembrancinha. Nem que seja um comentario...)

Amanhã vai rolar a festa, vai rolar...
Quem mora no Rio tem duas opções de festa amanhã. As duas são promovidas pela revista de HQ Jukebox. Tentei postar os cartazes aqui, mas não deu certo. Então, cutuque neste link, que vai te conduzir que nem bêbado para o fotolog da revista, onde estão os ditos cujos..

Namoro na academia
Sei que você não gosta de ler trabalhos acadêmicos, principalmente monografias. Mas esta tese de doutorado pode interessar. Quem enviou o e-mail abaixo foi o cartunista Leandro Bierhals, vulgo Hals. Lá vai:

Gostaria de registrar, e compartilhar com vocês, o trabalho da minha namorada, Maria Cristina Merlo. Ela é pesquisadora em quadrinhos e defendeu tese na USP, baseando seu trabalho na revista O Tico-Tico. Tive o prazer de ver o trabalho na íntegra e posso afirmar, é fabuloso. Ela analisou quase que a totalidade da publicação (acho que ficaram faltando poucos números), catalogando dados que vão desde o conteúdo das seções (que inclui até o registro de erros de impressão), bem como um panorama de todos os artistas que participaram dessa publicação desde o primeiro número. Fora a tese, propriamente dita, o material recolhido é suficiente para gerar muitos outros trabalhos envolvendo essa publicação. A tese será publicada em livro brevemente. Segue abaixo uma matéria sobre esse trabalho publicada, originalmente, no endereço www.historia.quadro.a.quadro.zip.net!

Criança esperança
O nome do ilustrador cujo site me foi passado é Renato Alarcão - não confundir com o trapalhão Renato Aragão, vulgo Didi Mocó. Dê uma visitada na página dele. É fascinante. Inclusive, há trabalhos pra crianças, que são um duplo twist carpado perto das cambalhotas do Didi. Só pra ter uma referência, o Alarcão já ilustrou obras escritas pela reconhecidíssima autora de livros infantis Ana Maria Machado...

Jornalismo em Quadrinhos, mas não na Veja
Eu ia encaminhar você para olhar a reportagem do dia 7/11 do Blog dos Quadrinhos. Lá conta bem detalhada uma encrenca entre o cartunista Santiago (que não quer entrar em encrenca, mas não tinha outra coisa a fazer nesse caso) e a revista Veja, que pubicou uma charge sua sem autorização, embora tenha pedido a autorização e tenha recebido um não santiaguense.

Mas bueno, eu ia encaminhar você somente pra essa matéria, que está completinha, completinha, mas já aproveito e sugiro que você olhe o post do dia 8/11, intitulado "'O Fotógrafo': álbum faz jornalismo em quadrinhos". Que jóia! Pena que não dá para postar os links direto para os posts. Você vai ter que passar um trabalhão e ir lá procurar...

O prêmio de Sophia
O quadrinista Roberto Hunger, com fome de prêmios, mandou uma tira da sua personagem Sophia Pangota para o Animasserra, o 1° Festival Nacional de Cinema de Animação, Quadrinhos e Games da Região Serrana do Estado do Rio de Janeiro. A tira tirou o 2º lugar na categoria Animatiras.

O bacana é que o prêmio marca uma evolução na divulgação da Sophia. Antes, as histórias da personagem eram publicadas somente no orkut, num perfil criado especialmente para ela pelo Hunger. Hoje, as tiras saem também pelo site Estivanet. E premiadas, ainda por cima!

Cartunista Ziraldo rouba doce de criança
Se a notícia acima fosse verdadeira, já chocaria! Imagina esta, então, que é real, embora não se saiba se é verdadeira ainda!

Notícia sem título (faltou criatividade)
Foi lançada ontem a revista Bagazine. E o que é isso? Bueno, basta pôr no passado os verbos do release abaixo:

Uma publicação de queimar os dedos!
Fanzine: Fan, fã = fanático + Zine = magazine: Revista de Fanáticos, traduzindo basicamente. Mas é muito mais, objeto de paixão, comunicação visceral, editar ou ler um fanzine é jamais separar ‘fazer’ de ‘prazer’. Extra rótulos alternativos, a fanzinagem é uma faculdade informal e irrestrita. Fanzineiro é o sujeito que pilota essa nave louca, no fanzine Bagazine, o obstinado em questão é Sylvio Ayala, jornalista e arte educador, que no dia 23 de novembro faz o lançamento na galeria Grafiteria às 19h, happy hour com música, livraria mambembe e vídeo projeção.


Derrubando fronteiras, o Bagazine faz a costura entre capitais com gaúchos fixos em São Paulo, como o próprio Sylvio Ayala, o cartunista Guazzelli, a artista plástica Marion Velasco, e com paulistas da gema como o quadrinista Tiago Judas e o designer Márcio Koprowski. O fotógrafo carioca honorário Eduardo Monteiro, o grafiteiro goiano de passagem K-Boco, e até o aquarelista chileno Gonzalo Cárcamo fazem parte dessa coletânea porrada de grafistas, poetas e rabiscadores tresloucados.


O tema cidade é recorrente nas páginas, óticas de cantos diversos desse Brasilzão, onde a arte ganha espaço na rua, junto com o olhar aguçado sobre a mídia independente. A entrevista com o falecido Planet Hemp e o vivíssimo B-Negão, mais as reflexões enfumaçadas do personagem Saroba, são a face anti-proibicionista da publicação. Os encartes completam o pacote, adesivos, cartão postal colagem, e o free style do artista plástico grafiteiro Pato (em exposição na Grafiteria).

Na projeção de rua o coletivo Hipnoorder com o vídeo Lost In Hypno Space, no som DJ MZK (latin jazz, afrobeat, mergulhando nos mais variados formatos de groove) e DJ Rikinho (ragga jungle, psicodélico e tribal).


CABRUUUM (não) Entrevista
Claro, quem sou eu pra entrevistar bacanas. Só posso mandar os links pras entrevistas com:

Arnaldo Branco, que já foi assunto neste humilde blog!
Carlos Latuff, que também já foi assunto aqui, pobre coitado!

***

E chega por hoje!!!

4 comentários:

júlia tavares disse...

Parabéns pelo aniversário!!
Viva o gutim!! Beijo grande da fã Julita.

Anderson Ribeiro disse...

Estava disposto hein, Augusto? Tudo ao mesmo tempo agora! Parabéns pelo um ano do blog. Continue mergulhando no mundo dos quadrinhos e aproveita pra deixar de ficar redondinho. hehehehe.

Latuff disse...

Sou "bacana" não, gaúcho. E nem "pobre coitado". No dia que você quiser me entrevistar, é só me avisar. Falo contigo com todo o prazer.

Um abraço, bagual.
:)

latuff@uninet.com.br

Francieli Rebelatto disse...

Parabéns menino, pelo aniversário do blog e aí lembrei-me daquela canção: " E vai rolar a festa, vai rolar", o problema é que o povo do gueto não me chamou, por isso espero o convite ainda ansiosamente..hehehe...

Beijos e sucesso sempre nestas tuas andanças pelo mundos quadrinhos...