sábado, dezembro 24, 2005

Matéria não-paga, sério mesmo!

Enquanto pesquisava para um outro post, fui parar por acaso no site Mundo HQ. Parei e não saí mais de lá. Portanto, o post que pretendia fazer vai ficar pra outra hora. Pois hoje vou falar sobre essa minha surpresa.

O Mundo HQ já diz na capa que "todo o conteúdo de site é jornalístico e pode ser reproduzido, desde que a reprodução seja identificada e o site seja citado como fonte. O site Mundo HQ é uma criação do jornalista Dario de Barros Carvalho Jr (Djota), no ar [o site, não o jornalista, diga-se de passagem] desde junho de 2000."




Bacana. O espaço tem seções bem interessantes, como a Quadrinex, uma enciclopédia de personagens de quadrinhos (responsável por me fisgar sem querer na grande rede), Reportagens sobre Quadrinhos (pena que não seja também Reportagens Em Quadrinhos...), HuMOR CEGO (com algumas piadas explorando as personagens de HQ) e a que mais me chamou atenção: Quadrinhos e Educação.

Vale passar um tempo explorando essa última. Afinal, toca em temas já explorados aqui no CABRUUUM!!!!!!! (nem que seja pela tangente), como as diferenças entre cartum, charge e caricatura e a discussão sobre a homo ou heterossexualidade do Batman, uma bobagem que o site trata com o devido respeito.

No mais, o Mundo HQ tem mais uma porção de serviços e seções que só cutucando com o mouse em cima pra saber. Portanto, vá para lá agora!

Um comentário:

An disse...

Caro Augustóteles, Gustinho, pros íntimos. Essa bobagem de ficar discutindo a hetero-homossexualidade do Batman não leva a lugar nenhum. Deixem ele e o Robin viverem em paz! Ô povo que gosta de explorar a intimidade dos outros. Pensem direitinho: Batman não pode revelar sua identidade pra ninguém e os únicos que sabem disso são Robin (o menino prodígio) e Alfred (o mordomo). Como ainda não inventaram sexo por transmissão de pensamento... fala sério. Vc escolheria qual dos dois pra aliviar a "te(n)são"? Então, deixem os dois viverem quietos. É melhor o Robin, a uma punhetinha solitária! Kkkkkkkkkkkkkk